A CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DO YOGA

 A Confederação Portuguesa do Yoga é uma Instituição Filosófica e Cultural sem fins lucrativos e visa somente o Desenvolvimento Humano, o bem estar e a Felicidade dos praticantes, e a perpetuação da mais Nobre e antiga das Filosofias teórico-práticas; tem uma forte vertente (Departamento) da Solidariedade Social, um Coral-Orquestra (Omkára), um Grupo de Teatro amador – didáctico (Máyá), um Grupo de Demonstração do Yoga Avançado (Pashupati), um Departamento do Yoga para Crianças (Balaki – Ganesha), um Departamento Médico-Profiláctico de Pesquisa, um Departamento de Psicologia, um Departamento Jovem e um Departamento de Relações Internacionais. Tem 5 Estruturas Regionais (semelhantes às áreas oficiais das Comissões de Coordenação Regionais-CCRs, de Portugal); possui 47 Áshrama - Centros do Yoga de Norte a Sul do Portugal e movimenta largos milhares de praticantes.

Pratica a Excelência na Formação dos Professores, Especialistas Mundiais, no Curso Especial Superior do Yoga (CESYO), onde se aprende a “ver para Além da aparência”: 6 anos – 6.500 horas efectivas de aulas de formação, para formar Instrutores do Yoga; mais 4 anos, num total de 10, para formar Professores do Yoga, e mais 4 anos, num total de 14 anos, para formar Mestres do Yoga, títulos académicos (não honoríficos), tendo já formado em Portugal largas centenas de Professores do Yoga – Exponenciadores do Ser Humano; a Confederação Portuguesa do Yoga atribui igualmente o título curricular de “Grande Mestre Internacional do Yoga” a Mestres do Yoga com Obra, Percurso, e Trabalho Mundial. A Confederação Portuguesa do Yoga também editou vários recursos didácticos sobre Yoga (livros, Cd’s e vídeos / DVD’s) de qualidade Mundial.


Conjuntamente com o seu Fundador promoveu os primeiros 5 Congressos Portugueses do Yoga, e mais de meia centena de Encontros Nacionais do Yoga nos últimos 40 anos, bem como os primeiros 6 Encontros Ibéricos do Yoga 2007; co-organizou os Encontro Europeus do Yoga, na Alemanha e na Bélgica; e os Encontros Mundiais do Yoga  realizados em Cabo Verde, em Machu Picchu / Andes, no Egipto, em Stonhenge, e mais recentemente em 2017, na Ilha da Páscoa. 

Organiza também viagens Filosóficas, das quais destacamos vários périplos pela Índia, onde o Presidente da Confederação Portuguesa do Yoga, H.H Jagat Guru Amrta Súryánanda Mahá Rája - Gr. Mestre Internacional do Yoga, e a sua equipa de Professores do Yoga, foi recebido no Keivályadhama Yoga Institute, em Lonavala (única Entidade do Yoga na Índia, apoiada e reconhecida pelo governo indiano), no Shivánanda Yoga Áshrama, em rshikesh onde prestou homenagem ao seu Mestre Svámin Krshnánanda Jí (já em Mahá Samádhi) - o Director desta altíssima Instituição do Yoga Mundial nas décadas de 70, 80 e 90; numa das visitas à Índia, esteve igualmente incluído um Pújá a Shrí Svámin Chidánanda Sarasvati (um dos sucessores do Grande Mestre Shivánanda Sarasvati), no seu Áshrama em Dhera Dun (um pouco antes desta sumidade Mundial do Yoga ter partido para Mahá Samádhi). Esteve igualmente em Puna com o Mestre Iyengar; com Shrí Shrí Ravi Shankar,  em Bengaluru; e ainda na mesma cidade com Dr. Nagendra Jí; com Baba Ram Dev em Haridvar, no Patañjali Yogpeeth;  em Mount Abu na Sede Mundial dos Brahma Kumaris, com Dadi Jankin.


A Confederação Portuguesa do Yoga é Especialista Mundial em Yoga.

Sádhaná - A Confederação Portuguesa do Yoga prima pela Excelência Mundial na preservação do Nobre e antiquíssimo Yoga Sámkhya, bem como pelo seu ensino, onde o chela / shishya (discípulo) convive sempre com o melhor de si, nos Rája Sádhaná em aulas de 1h para iniciantes, e 2h – nível médio, Mahá Sádhaná – 3h e 4h – praticantes adiantados, e Kundaliní Mahá Sádhaná – 5h, muito adiantado.

Sendo a Confederação Portuguesa do Yoga profundamente não teórica, não pede - dá, confere especial ênfase a causas sociais, às vítimas da força bruta, ao desenvolvimento sustentável, à investigação, e às crianças, disponibilizando uma grande parte dos seus recursos humanos e financeiros para estas áreas, sendo doadora de muitas instituições e individualidades, das quais destacamos: ONU; UNICEF - Fundo de Emergência das Nações Unidas de Apoio à Criança; FAO - Organização das Nações Unidas para o Combate à Fome e Apoio à Agricultura; UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura; ACNUR/UNHCR - Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados; Projecto “Luta Contra a Tuberculose” da ONU; Associação dos Amigos de Raoul Follereau contra a Lepra no Mundo; Campanha Pólio Plus / Paul Harris - pela erradicação da Poliomielite no Planeta; Médicos sem Fronteiras; Shrí Sandhyani. Vidha Niketan/Porbandar/Gujarat - Universidade de Samskrta e de educação de jovens na Índia; Apoio às vítimas do furacão Katrina de New Orleans; OIKOS - Portugal, Instituição de Cooperação e Desenvolvimento de Países Carenciados; IAC - Instituto de Apoio à Criança; APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima; Associação Florinhas da Rua - Apoio a crianças carenciadas; Organização Médicos do Mundo, de Portugal; Liga dos Bombeiros Portugueses; O Ninho - Instituição de Apoio à Mulher Vítima de Prostituição; Associação de Alcoólicos Recuperados da Cova da Beira, em Viseu; Câmara Municipal de Lisboa; Templo Hindu - Rádhá/Krshna, de Portugal; Federação dos Bombeiros do Algarve; Associação para o Planeamento da Família – APF.

A Confederação Portuguesa do Yoga é uma Instituição Matriarcal, liderada maioritariamente por mulheres, e a sua direcção e os seus principais departamentos ou são chefiados por mulheres ou devem conter mulheres em maioria, ou ambas as situações acumuladas. Porque acredita nos antiquíssimos valores Matriarcais da Fraternidade e da preservação dos Macro Ecossistemas, no Amor e na entreajuda, na cultura da diplomacia e prevenção dos conflitos, na Paz Mundial e pessoal, por oposição aos valores da agressividade e da guerra, (tradicionalmente patriarcais).

  - Yoga significa juntar (ou ligar), da raiz Yuj (leia yudj) = jugo; diz-se “o Youga” (como Iodo).

Pela Raça Humana e pelo Planeta
OM Shánti

A CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DO YOGA

 A Confederação Portuguesa do Yoga é uma Instituição Filosófica e Cultural sem fins lucrativos e visa somente o Desenvolvimento Humano, o bem estar e a Felicidade dos praticantes, e a perpetuação da mais Nobre e antiga das Filosofias teórico-práticas; tem uma forte vertente (Departamento) da Solidariedade Social, um Coral-Orquestra (Omkára), um Grupo de Teatro amador – didáctico (Máyá), um Grupo de Demonstração do Yoga Avançado (Pashupati), um Departamento do Yoga para Crianças (Balaki – Ganesha), um Departamento Médico-Profiláctico de Pesquisa, um Departamento de Psicologia, um Departamento Jovem e um Departamento de Relações Internacionais. Tem 5 Estruturas Regionais (semelhantes às áreas oficiais das Comissões de Coordenação Regionais-CCRs, de Portugal); possui 47 Áshrama - Centros do Yoga de Norte a Sul do Portugal e movimenta largos milhares de praticantes.

Pratica a Excelência na Formação dos Professores, Especialistas Mundiais, no Curso Especial Superior do Yoga (CESYO), onde se aprende a “ver para Além da aparência”: 6 anos – 6.500 horas efectivas de aulas de formação, para formar Instrutores do Yoga; mais 4 anos, num total de 10, para formar Professores do Yoga, e mais 4 anos, num total de 14 anos, para formar Mestres do Yoga, títulos académicos (não honoríficos), tendo já formado em Portugal largas centenas de Professores do Yoga – Exponenciadores do Ser Humano; a Confederação Portuguesa do Yoga atribui igualmente o título curricular de “Grande Mestre Internacional do Yoga” a Mestres do Yoga com Obra, Percurso, e Trabalho Mundial. A Confederação Portuguesa do Yoga também editou vários recursos didácticos sobre Yoga (livros, Cd’s e vídeos / DVD’s) de qualidade Mundial.


Conjuntamente com o seu Fundador promoveu os primeiros 5 Congressos Portugueses do Yoga, e mais de meia centena de Encontros Nacionais do Yoga nos últimos 40 anos, bem como os primeiros 6 Encontros Ibéricos do Yoga 2007; co-organizou os Encontro Europeus do Yoga, na Alemanha e na Bélgica; e os Encontros Mundiais do Yoga  realizados em Cabo Verde, em Machu Picchu / Andes, no Egipto, em Stonhenge, e mais recentemente em 2017, na Ilha da Páscoa. 

Organiza também viagens Filosóficas, das quais destacamos vários périplos pela Índia, onde o Presidente da Confederação Portuguesa do Yoga, H.H Jagat Guru Amrta Súryánanda Mahá Rája - Gr. Mestre Internacional do Yoga, e a sua equipa de Professores do Yoga, foi recebido no Keivályadhama Yoga Institute, em Lonavala (única Entidade do Yoga na Índia, apoiada e reconhecida pelo governo indiano), no Shivánanda Yoga Áshrama, em rshikesh onde prestou homenagem ao seu Mestre Svámin Krshnánanda Jí (já em Mahá Samádhi) - o Director desta altíssima Instituição do Yoga Mundial nas décadas de 70, 80 e 90; numa das visitas à Índia, esteve igualmente incluído um Pújá a Shrí Svámin Chidánanda Sarasvati (um dos sucessores do Grande Mestre Shivánanda Sarasvati), no seu Áshrama em Dhera Dun (um pouco antes desta sumidade Mundial do Yoga ter partido para Mahá Samádhi). Esteve igualmente em Puna com o Mestre Iyengar; com Shrí Shrí Ravi Shankar,  em Bengaluru; e ainda na mesma cidade com Dr. Nagendra Jí; com Baba Ram Dev em Haridvar, no Patañjali Yogpeeth;  em Mount Abu na Sede Mundial dos Brahma Kumaris, com Dadi Jankin.


A Confederação Portuguesa do Yoga é Especialista Mundial em Yoga.

Sádhaná - A Confederação Portuguesa do Yoga prima pela Excelência Mundial na preservação do Nobre e antiquíssimo Yoga Sámkhya, bem como pelo seu ensino, onde o chela / shishya (discípulo) convive sempre com o melhor de si, nos Rája Sádhaná em aulas de 1h para iniciantes, e 2h – nível médio, Mahá Sádhaná – 3h e 4h – praticantes adiantados, e Kundaliní Mahá Sádhaná – 5h, muito adiantado.

Sendo a Confederação Portuguesa do Yoga profundamente não teórica, não pede - dá, confere especial ênfase a causas sociais, às vítimas da força bruta, ao desenvolvimento sustentável, à investigação, e às crianças, disponibilizando uma grande parte dos seus recursos humanos e financeiros para estas áreas, sendo doadora de muitas instituições e individualidades, das quais destacamos: ONU; UNICEF - Fundo de Emergência das Nações Unidas de Apoio à Criança; FAO - Organização das Nações Unidas para o Combate à Fome e Apoio à Agricultura; UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura; ACNUR/UNHCR - Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados; Projecto “Luta Contra a Tuberculose” da ONU; Associação dos Amigos de Raoul Follereau contra a Lepra no Mundo; Campanha Pólio Plus / Paul Harris - pela erradicação da Poliomielite no Planeta; Médicos sem Fronteiras; Shrí Sandhyani. Vidha Niketan/Porbandar/Gujarat - Universidade de Samskrta e de educação de jovens na Índia; Apoio às vítimas do furacão Katrina de New Orleans; OIKOS - Portugal, Instituição de Cooperação e Desenvolvimento de Países Carenciados; IAC - Instituto de Apoio à Criança; APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima; Associação Florinhas da Rua - Apoio a crianças carenciadas; Organização Médicos do Mundo, de Portugal; Liga dos Bombeiros Portugueses; O Ninho - Instituição de Apoio à Mulher Vítima de Prostituição; Associação de Alcoólicos Recuperados da Cova da Beira, em Viseu; Câmara Municipal de Lisboa; Templo Hindu - Rádhá/Krshna, de Portugal; Federação dos Bombeiros do Algarve; Associação para o Planeamento da Família – APF.

A Confederação Portuguesa do Yoga é uma Instituição Matriarcal, liderada maioritariamente por mulheres, e a sua direcção e os seus principais departamentos ou são chefiados por mulheres ou devem conter mulheres em maioria, ou ambas as situações acumuladas. Porque acredita nos antiquíssimos valores Matriarcais da Fraternidade e da preservação dos Macro Ecossistemas, no Amor e na entreajuda, na cultura da diplomacia e prevenção dos conflitos, na Paz Mundial e pessoal, por oposição aos valores da agressividade e da guerra, (tradicionalmente patriarcais).

  - Yoga significa juntar (ou ligar), da raiz Yuj (leia yudj) = jugo; diz-se “o Youga” (como Iodo).

Pela Raça Humana e pelo Planeta
OM Shánti